Programa 5S

O Programa 5S surgiu no Japão em um momento da história onde as empresas japonesas se encontravam em estados lastimáveis, sujas, desorganizadas, com diversos problemas operacionais, mão de obra desqualificada, dentre outros aspectos.

Com isso, no final da década de 1960, o movimento 5S começou a tomar parte das organizações japonesas, no intuito de contribuir para o processo de reconstrução do país.

Os japoneses perceberam que precisavam resgatar a imagem do país derrotado e transformá-la em um significado de força e de reconquista, buscando valorizar a autoestima inclusive da população.

O impacto da implementação do processo foi o fortalecimento da poderosa marca made in Japan.

Gostou deste treinamento de 5S – Clique Aqui e Saiba Mais!!!

O método 5S é uma prática voltada para o espírito de mobilização e pro-atividade dos colaboradores, em função da situação caótica das empresas japonesas naquele momento, e que visava à implementação de mudanças culturais no ambiente de trabalho, incluindo desde aspectos motivacionais até a eliminação de desperdícios de materiais de escritório, arrumação de salas, limpeza, organização e principalmente disciplina.

O nome 5S provém do japonês:

  • Seiri – organização/utilização/descarte
  • Seiton – arrumação/ordenação
  • Seisou – limpeza/higiene
  • Seiketsu – padronização
  • Shitsuke – disciplina

O objetivo principal do modelo 5S é mudar a cultura organizacional, a disciplina e a maneira de pensar dos colaboradores, em prol de uma maior qualidade de vida, tanto no âmbito profissional quanto no âmbito pessoal e familiar.

O modelo foi responsável pro quebrar paradigmas presentes na maioria das organizações, como “vamos guardar isso, pois um dia podemos precisar” e outros comportamentos automáticos e não sensibilizados dos colaboradores.

Para isso, as empresas japonesas passaram a incentivar os colaboradores a criar e terem ideias, bem como motivaram o aproveitamento do potencial e capacidade pessoal de cada um, além de educar os colaboradores a manter salas e áreas de trânsito de clientes internos e externos limpas, desobstruídas e organizadas, dentre outras ações.

A metodologia de implementação do modelo 5S é simples e objetiva e as atividades são divididas em dois grupos: o da sensibilização, que inclui a educação e treinamento dos colaboradores, e o da perpetuação, que está diretamente relacionado à disciplina e a padronização dos procedimentos.

A implantação do modelo 5S pode ser descrita em cinco passos, orientados pelas cinco palavras-chave do programa – Seiri, Seiton, Seisou, Seiketsu e Shitsuke, e que possibilitam à organização atingir os objetivos do programa.

Publicado em Qualidade Marcado com: , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*